Siga-nos nas redes sociais

Vidas

Rita Pereira denuncia ofensas na Internet devido ao projeto “Amor de Quarentena”

Publicado

em

O mais recente projeto de Rita Pereira, “Amor de Quarentena”, teve por base um conceito bastante inovador. O projeto prometia uma experiência audiovisual íntima e única, no qual os atores e atrizes enviavam diariamente mensagens de texto e áudio, fotografias e vídeos para os espectadores por WhatsApp.

A pesar de já ter passado por outros sete países com boa adesão, Rita Pereira revelou que, em Portugal, não foi bem visto por todos. A atriz partilhou com os seus seguidores que recebeu cerca de duas centenas de comentários ofensivos relativos à sua participação.

“Engraçado, quando postei este projeto ‘Amor de Quarentena’ pela primeira vez, fui chamada de prostituta, sex worker, escreveram que perdi a cabeça, que devia matar-me, que o mundo estava ao contrário, que devia ter vergonha na cara, que sou uma vergonha para a sociedade. Fui chamada de todos os nomes possíveis e imaginários em mais de 200 comentários (mas os outros 400 comentários foram positivos)”, começou por dizer.

A apresentadora lamentou ainda que a recetividade tenha sido bem diferente com os atores masculinos. “Claro que, no mesmo post dos meus colegas masculinos lia-se: és lindo, que projeto inovador, de onde é a tua camisola, eu amo-te, vou já comprar o bilhete”, acrescentou.

 “Hoje, o projeto ‘ridículo’ está em 3º lugar das pelas mais vendidas. Resumindo, primeiro estranha-se depois entranha-se. Ninguém gosta, mas vão lá todos ver o que é. Obrigada às dezenas de pessoas que já compraram bilhete. Fico mesmo feliz”, concluiu.

PODCASTS FAMA RÁDIO

TV

Jornal

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes