Siga-nos nas redes sociais

Sociedade

Polémica campanha da Dodot deixa Diogo Piçarra indignado “Tenham vergonha na cara”

Publicado

em

A marca Dodot lançou um vídeo de sensibilização a propósito do Dia Mundial do Prematuro, no passado dia 17 de novembro. As imagens em questão são alusivas ao dia a dia de um bebé prematuro e também dos seus país que vivem dias intensos e de muita incerteza, ao acompanharem os seus filhos no hospital.

Acontece que por cada partilha do vídeo no Instagram a marca prometeu doar um euro à associação xxs prematuros, até um máximo de 10 000 euros. Desde então que o vídeo se tornou viral e pode mesmo dizer-se que o Instagram ficou inundado pelo vídeo da Dodot, despertando muita curiosidade nos internautas que assim que percebiam qual a intenção da partilha não ficavam indiferentes e partilhavam também. Dado o grande alcance do vídeo, que atingiu largos milhares de partilhas, foi óbvio para todos que a marca lucrou muito mais em publicidade do que os 10 000 euros que prometeu doar.

Diogo Piçarra foi apenas um dos muitos seguidores que se opôs à ação da marca que não passa de uma estratégia de marketing, disfarçada de caridade. “Tenham vergonha na cara. Caridade não deve ser publicidade”, escreveu o músico na publicação da Dodot. Mas não foi o único. Também Agir fez questão de exprimir o seu descontentamento ao comentar com a palavra “nojento”.

Faca às críticas arrecadadas, a marca já divulgou que pretende aumentar o donativo. Mas parece que o que poderia ser uma campanha de marketing bem sucedida, pode vir a ter consequências nefastas para a marca junto dos consumidores que não viram com bons olhos o donativo.

Insólito

Hambúrguer de dedo humano!!!

Publicado

em

Uma mulher boliviana certamente vai pensar duas vezes antes de voltar a fazer uma refeição fora de casa. Estefany Benitez estava a comer um hambúrguer quando mastigou algo que lhe soube muito mal. Cuspiu o pedaço em causa e ficou em choque quando viu que se tratava de um dedo humano.

“Estava a comer quando mastiguei um dedo”, contou a mulher nas redes sociais após o episódio chocante, que aconteceu no restaurante Hot Burguer, em Santa Cruz de la Sierra. Estefany partilhou imagens que mostram o dedo em decomposição que estava no seu hambúrguer.

A mulher reclamou com a responsável do restaurante, que prontamente lhe substituiu a refeição. “Nada disto aconteceu antes”, terá dito a funcionária à cliente, argumentando que a carne dos hambúrgueres vem previamente preparada. Segundo o New York Post, a responsável garantiu que o espaço ia ser fechado para averiguar de onde vinha o dedo, mas Estefany garante que, após abandonar o local, o restaurante continuou a funcionar como se nada fosse.

Após a publicação e queixas de Estefany se tornarem virais nas redes sociais, um porta-voz da empresa veio explicar que se tratou de “um lamentável incidente”: um funcionário que processou a carne cortou-se e a parte do dedo cortada acabou no preparado de carne picada.

Após o episódio, o vice-ministro boliviano da Defesa do Consumidor decretou o encerramento do restaurante em causa e obrigou a empresa a pagar uma multa. Estefany deverá processar o Hot Burguer, mas até ao momento não confirmou qualquer ação judicial.

Continuar a Ler

Música

Sónia Tavares chocada com regras de vestuário em escola

Publicado

em

A cantora dos Gift é uma mulher sem ‘papas na língua’. E esta quarta-feira, 15 de setembro, ficou chocada com o que viu. Numa escola pública, em Lisboa, há certas peças que são proibidas de utilizar.

“Uma amiga mandou-me esta fotografia. É o cartaz que estava afixado hoje de manhã na escola, quando foi levar a filha. Não faço ideia se será regra para o resto das escolas, mas esta é pública e em Lisboa”, começou por explicar na publicação que fez nas redes sociais.

“Então, mas… Eu, em 1993, ia para a secundária vestida de LuísXV, de canudos no cabelo, sapato de fivela, folhos e calções e nunca a minha individualidade foi posta em questão por qualquer professor ou docente”, continuou.

“Estou maluca, ou estamos verdadeiramente a andar para trás? Cristo, venha cá abaixo ver isto, please”, atirou por fim.

Continuar a Ler

Música

A cantora Alanis Morissette revelou ter sido violada por vários homens quando tinha 15 anos.

Publicado

em

A cantora e atriz canadiana Alanis Morissette revela ter sido violada por vários homens quando tinha 15 anos.

O testemunho de Alanis Morissette é relatado na primeira pessoa no documentário “Jagged”, produzido pela HBO.

A cantora de êxitos como “Hand In My Pocket” ou “Head Over Feet” conta no documentário que levou anos em “terapia para admitir que houve qualquer tipo de vitimização” da sua parte.

“Eu sempre dizia que estava a consentir e, então, lembrava-me que: ‘tinhas 15 anos, não estavas a consentir aos 15. Agora eu penso: ‘oh sim, eles são todos pedófilos. Foi violação”, diz Alanis Morissette.

A artista não revela a identidade dos homens. A idade legal para consentimento sexual no Canadá é de 16 anos

Continuar a Ler

PODCASTS FAMA RÁDIO

TV

Jornal

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências