Siga-nos nas redes sociais

Sociedade

Jill Biden pode tornar-se na única primeira-dama a manter emprego fora da Casa Branca

Publicado

em

A futura primeira-dama dos Estados Unidos da América, Jill Biden, planeia manter o emprego como professora de Inglês, ao mesmo tempo que cumpre os deveres do novo papel, enquanto mulher do presidente eleito, Joe Biden. A concretizar-se, será a primeira vez na história do país que uma primeira-dama continua a exercer a sua profissão, fora da Casa Branca.

No seu primeiro discurso, após o anúncio da vitória destas eleições presidenciais, este sábado, Joe Biden deixava antever o cenário, ao falar da mulher sem revelar detalhes. “Para os educadores americanos, este é um grande dia para vocês. Vão ter uma de vós na Casa Branca

Ao manter o seu emprego como professora, Jill Biden entra para a história ao ser a primeira primeira-dama dos EUA a manter a sua carreira profissional e a tempo-inteiro. As anteriores “resumiram a sua atividade a ser primeira-dama. Por isso, o que está a acontecer é muito especial. É muito diferente”, diz ao jornal “The Washington Post” Myra Gutin, historiadora especializada em primeiras-damas e professora de comunicação na Rider University.

Não existe uma descrição oficial do cargo de primeira-dama, segundo a especialista, pelo que cada uma define o seu papel de maneira única. Geralmente, cobre a participação central em cerimónias oficiais, nas funções do Estado e em eventos e causas sociais.

Continuar a Ler
Advertisement

Jornal Opinião Pública

FAMA TV

Artigos Recentes

ARQUIVO

FAMA NAS REDES

anuncie neste espaço > ligue +351252308147