Siga-nos nas redes sociais

Efemérides

Hoje é “Dia de Consciencialização do Stress”

Publicado

em

Apesar de invisível, o stress tem um peso elevado. Ignorar o stress no trabalho ou no quotidiano pode levar a sérias complicações de saúde, com o declínio do sistema imunitário, o aumento da pressão arterial e da suscetibilidade a doenças do coração.

Os objetivos da data passam por fornecer informação sobre o stress e por promover a importância do bem-estar para o indivíduo, partilhando estratégias de combate ao stress às organizações e ao indivíduo.

O trabalhador é incentivado a dialogar com a sua empresa sobre o stress que conhece no desempenho do seu trabalho, enquanto a empresa é convidada a adotar medidas que atenuem esse mesmo stress.

O Dia de Consciencialização do Stress é uma oportunidade para as pessoas começarem a tomar contas de si mesmas, tirando tempo para identificar as pressões individuais a que estão sujeitas e descobrir formas de as eliminar ou reduzir.

Formas de combater o stress

  • Contar até dez e respirar fundo;
  • Fazer pausas no trabalho;
  • Dividir o trabalho em tarefas e estabelecer prioridades;
  • Anotar todas as tarefas e obrigações;
  • Organizar o espaço de trabalho;
  • Decorar o espaço de trabalho como itens pessoais;
  • Mudar a decoração com frequência;
  • Fazer exercício físico;
  • Dormir bem;
  • Alimentar-se saudavelmente;
  • Sorrir;
  • Ter pensamentos positivos;
  • Ouvir música instrumental;
  • Ver vídeos engraçados;
  • Envolver-se menos emocionalmente;
  • Fazer meditação.

Efemérides

Gato morre a salvar crianças de cobra extremamente venenosa

Publicado

em

Por

A história de Arthur está a comover a internet. Já apelidado de “gato herói”, Arthur conseguiu salvar duas crianças da mordida da segunda cobra mais venenosa do mundo, da espécie cobra-castanha oriental.

O caso aconteceu em Queensland, na Austrália. Duas crianças estavam no jardim de casa a brincar com o animal de estimação de família, Arthur, quando foram surpreendidos pela cobra.

O gato envolveu-se numa luta com réptil, acabando mesmo por matá-lo, mas não saiu ileso. A cobra conseguiu morder Arthur várias vezes, o que fez com que tivesse de ir para o veterinário de imediato. O veneno altamente tóxico matou-o pouco depois, para tristeza da família que fica eternamente agradecida por ter salvado as crianças.

“Ganhou uma asas de anjo. A família dele vai sempre lembrar-se e estar para sempre grata pelo facto de ele ter salvo a vida a duas crianças. O Arthur era muito corajoso e traquina. Já tinha estado connosco devido a acidentes anteriores e era um gato muito amado por todos”, escreveram os veterinários que trataram de Arthur.

Continuar a Ler

Efemérides

Filme “Frozen” ajuda a desvendar mistério da morte de 9 pessoas

Publicado

em

Por

Nos Montes Urais, mais concretamente Passagem de Dyatlov, na Rússia, foram encontradas nove pessoas mortas em 1959. Os caminhantes estavam a percorrer um trilho de 300 quilómetros, mas naquele momento já teriam montado o acampamento para pernoitarem. Até ao momento, a causa da morte não estava comprovada, mas havia suspeitas de que teriam sido surpreendidos por uma avalanche.

Os ossos partidos e grandes traumas no corpo deram origem a várias teorias da conspiração e, até ao momento, as causas da morte não passavam de meras suspeitas.

A “National Geographic” explica que a estreia de  “Frozen: O Reino do Gelo” chamou à atenção de Johan Gaume, do Snow Avalanche Simulation Laboratory, um instituto técnico da Suíça, que pediu aos técnicos do filme que lhe cedessem os códigos de programação que permitiram retratar, no filme, uma avalanche de forma tão realista.

O especialista comprovou que, no local onde se encontravam os nove caminhantes, seria de facto possível ocorrer uma avalanche com dimensão capaz de partir costelas e crânios e provocar as referidas mortes.

Continuar a Ler

Efemérides

Portugueses elegem “Saudade” como a palavra do ano 2020

Publicado

em

Por

A habitual edição anual do concurso da Porto Editora contou com 40 mil votos para eleger a palavra do ano. Em 2020, e com quase 27% dos votos, a palavra “Saudade” foi a vencedora.

E como já seria de esperar, num ano marcado pela pandemia de Covid-19, esta última arrecadou 24% por votos, ficando assim em segundo lugar. Em terceiro está a palavra “pandemia” (17%), seguida de “confinamento” (16,23%), “zaragatoa” (7%), “telescola” (2,58%), “discriminação” (1,85%), “infodemia” (1,59%), “digitalização” (1,33%) e “sem-abrigo” (1,16%).

Continuar a Ler

PODCASTS FAMA RÁDIO

TV

Jornal

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências