Siga-nos nas redes

Sociedade

Donald Trump tinha funcionário para tocar a música que o acalmava

Publicado

em

Um novo livro escrito por Stephanie Grisham, ex-Porta-Voz da Casa Branca, alega que Donald Trump tinha “ataques de fúria” que só diminuíam com música.

Em “I’ll Take Your Questions Now: What I Saw in the Trump White House”, Grisham diz que os assistentes de Trump contrataram um homem, cuja função era ser o “Music Man” do ex-presidente.

O trabalho deste homem era o de tocar algumas das canções preferidas de Trump, entre as quais está ‘Memory’, do musical “Cats”.

Segundo Grisham, os maus fígados de Trump “não eram só para as câmaras”, descrevendo os seus acessos de fúria como “terríveis” — especialmente durante as suas reuniões com os advogados.

“Ele não gostava que lhe dissessem que havia coisas que ele queria fazer que eram pouco éticas ou ilegais”, escreveu. “E gritava com eles”.

O livro será publicado a 5 de outubro. O ex-presidente dos Estados Unidos ainda não reagiu à sua edição.

Cultura

Eric Clapton diz que quem se vacinou contra a covid-19 foi alvo de “hipnose”

Publicado

em

Em entrevista ao canal de YouTube “The Real Music Observer”, Clapton afirmou ter tomado conhecimento de uma teoria de Mattias Desmet, professor de psicologia clínica da Universidade de Gent (Bélgica), denominada de “hipnose de massas”.

“Assim que comecei a procurar pelos sinais [de hipnose], comecei a vê-los em todo o lado”, afirmou. “Lembrei-me de ver coisas no YouTube que eram tipo publicidade subliminar”.

A teoria, que se popularizou após figurar no podcast do comediante e apresentador Joe Rogan, foi entretanto desvalorizada por vários académicos – como Stephen Reicher, professor de psicologia social da Universidade de St. Andrews (Reino Unido): “Não tem credibilidade académica”, disse.

Continuar a ler

Sociedade

Britney Spears esperou 13 anos por um copo de vinho

Publicado

em

Após largos anos de tutela abusiva do seu pai, Britney Spears tem aproveitado as últimas semanas para retomar a vida que sempre quis.

Nas suas redes sociais, das quais esteve privada por vários anos, a cantora de 40 anos revelou que ao fim de 13 anos bebeu (finalmente) um copo de vinho.

“Tenho a certeza de que parece estranho eu a dançar com a Madonna, admito. […] Bem, é exatamente isto que a música me faz! Bebi o meu primeiro copo de vinho no passado fim de semana! Esperei 13 anos… é tempo suficiente!”, escreveu no Instagram.

Continuar a ler

Sociedade

Itália já tem um comprimido anti-Covid-19

Publicado

em

Começou a ser comercializado esta quarta-feira, em Itália, e só deve ser tomado em situações de emergência. Segundo detalha a Euronews, o novo comprimido anti-Covid-19 é da autoria da farmacêutica Merck e foi aprovado pela Agência Italiana de Medicamentos a 22 de Dezembro. O Molnupiravir é um comprimido vermelho que pode ser tomado em casa e ajuda a prevenir casos graves e internamentos hospitalares em 30% quando tomado no espaço de cinco dias após os primeiros sintomas – caso contrário não será eficaz.

O país vai ainda receber, no final deste mês, um antiviral da Pfizer.

Continuar a ler

TV

RÁDIO FAMA Q

FAMA – CANAL 2

PODCASTS FAMA RÁDIO

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências