Siga-nos nas redes

Música

O Porto já não vai ter o North Music Festival

Publicado

em

O North Music Festival, que iria realizar-se na Alfândega do Porto nos próximos dias 30 de setembro, 1 e 2 de outubro, não vai acontecer.

Segundo a organização, tal decisão fica a dever-se “à ausência de um parecer concreto e final da Direção-Geral da Saúde (DGS)” para o evento.

“Devido à ausência de um parecer concreto e final da Direção-Geral da Saúde para a realização da 4ª edição do North Music Festival, e estando apenas a uma semana do arranque do evento, a organização do North Music Festival vê-se obrigada a adiar, uma vez mais, a realização do festival previsto para os dias 30 de setembro, 1 e 2 de outubro. A organização vê-se completamente impossibilitada de dar início ao calendário de montagens, que começariam precisamente durante o dia de hoje, 22 de setembro, plano hipotecado pelo facto de existirem, ainda, licenciamentos pendentes do parecer final da DGS”, justifica a promotora.

A organização lamenta que, apesar de se ter esforçado para criar todas as condições de segurança para a realização do festival, as respostas da DGS não tenham chegado “atempadamente”.

“Acrescente-se que, apesar da inexistência de um parecer final concreto e específico à data de hoje, foi já exigido pela DGS — e para que o evento acontecesse nos moldes em que o conhecemos e nos quais faz sentido acontecer, ou seja, com plateia em pé — que todo o público realizasse teste à covid-19, mesmo todos aqueles que têm já Certificado Digital Covid. Assim, um detentor de passe de três dias, mesmo com Certificado Digital válido, seria obrigado a efetuar teste nos três dias de festival, ou seja, um teste por dia”, expõe a promotora.

Para os responsáveis do North Music Festival, “não é razoável exigir ao público que já possui Certificado Digital que, além do valor pago pelo bilhete, tenha que se submeter e assegurar o pagamento de um teste à entrada do recinto, dado que até o teste antigénio realizado nas farmácias se tornou pago para quem tem já o Certificado Digital.”

Neste momento, a organização diz não poder avançar com uma nova data para o festival. “Este anúncio ficará suspenso e dependente das orientações e deliberações da DGS e do Governo relativamente às novas regras a seguir na realização de grandes eventos culturais, como é o caso dos festivais.”

Os detentores de bilhete deverão aguardar mais informações sobre o reembolso dos mesmos.

Para o North Music Festival estavam confirmados concertos de Ornatos Violeta, OneRepublic, The Scrip, GNR, The Waterboys, Linda Martini e Capicua, entre outros.

Há duas semanas, a organização do North Music Festival fez uma apresentação do evento a bordo de um barco rabelo, no rio Douro, garantindo que o festival iria “mesmo acontecer”.

Entretenimento

A surpreendente saída de palco de Adele

Publicado

em

As redes sociais mais afetas à cantora Adele têm sido positivamente abaladas pela forma mágica como a cantora inglesa tem saído subitamente de palco, debaixo de uma núvem rosa de confetti, nos seus espetáculos de residência em Las Vegas.

No final dramático da canção derradeira do concerto, ‘Love Is a Game’, dá-se o efeito ilusionista de desaparecimento do seu corpo que tem impressionado os seus fãs, como atestam os numerosos tweets sobre o fenómeno.

“Weekends with Adele” é o nome do espetáculo de residência da cantora pop, que vai decorrer ao longo dos vários fins-de-semana até 25 de março, no Colosseum do Caesars Palace, em Las Vegas. Nunca Adele tinha realizado antes este tipo de séries de concertos num só local.

Continuar a ler

Cultura

Concerto de David Fonseca em Famalicão

Publicado

em

A antestreia do filme “O último animal”, de Leonel Vieira, e um concerto de David Fonseca são dois dos destaques do YMotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão, que começa no dia 21, anunciou a organização.

O festival de cinema, que tem como missão apoiar o cinema de jovens realizadores, entre os 12 e os 35 anos, tem uma programação abrangente, contando este ano com a antestreia nacional da longa-metragem “O último animal”, de Leonel Vieira.

O filme é uma coprodução luso-brasileira rodada no Rio de Janeiro, que mergulha no submundo do jogo ilegal e do tráfico de droga.

Do elenco faz parte o ator português Joaquim de Almeida, que estará em Famalicão para apresentar o filme.

Da programação anunciada, sabe-se que este ano a direção do festival selecionou 40 curtas-metragens de jovens realizadores portugueses, todos em competição pelo Grande Prémio Joaquim de Almeida.

O júri deste ano contará com Tiago R. Santos (argumentista), Paulo Trancoso (presidente da Academia Portuguesa de Cinema), Cláudia Clemente (escritora e realizadora), Paulo Pires (ator), Fernando Vasquez (jornalista e programador), Lúcia Pires (realizadora e argumentista) e Bruno Carnide (realizador e programador).

O festival irá ainda prestar homenagem à atriz portuguesa Soraia Chaves e exibir as primeiras imagens do “objeto musical” “Tiago Bettencourt – O outro lado do eclipse”, que o músico está a fazer sobre o impacto da pandemia da covid-19 na sua carreira.

O oitavo YMotion terminará com um concerto de David Fonseca, que tem andado em digressão pelo país, com o mais recente álbum, “Living Room Bohemian Apocalypse”.

O festival YMotion decorrerá em vários espaços de Famalicão, nomeadamente o Centro de Estudos Camilianos e a Casa das Artes.

Continuar a ler

Cultura

Peter Gabriel de volta aos discos e palcos.

Publicado

em

O veterano Peter Gabriel, atualmente com 72 anos, anunciou uma digressão pela Europa, com início marcado para maio na Polónia. 

É a primeira digressão europeia do músico inglês no espaço de quase uma década. A primeira paragem é a 18 de maio na cidade de Cracóvia. A última data está marcada para Dublin, Irlanda. Por enquanto, não foi anunciada nenhuma data em Portugal. 

O antigo elemento dos Genesis também anunciou que voltou ao estúdio e que, em breve, vai lançar um disco intitulado “i/o”.

“Já passou algum tempo. Agora estou rodeado por uma série de canções novas e estou muito entusiasmado por ir para a estrada mostrá-las. Estou ansioso por voltar a ver-vos”, esreveu o músico nas contas oficiais.

O álbum “i/o” é o sucessor de “New Blood” – o registo duplo que junta canções mais antigas do músico e compositor com arranjos orquestrais. O último disco com material novo de Gabriel – o álbum “Up” – foi editado em 2002.  

Continuar a ler

FAMA – CANAL 2

TV

PODCASTS FAMA RÁDIO

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências