Siga-nos nas redes

Cultura

Bebé da capa de disco dos Nirvana processa a banda por pornografia infantil

Publicado

em

Spencer Elden, fotografado em bebé para a capa de um álbum dos Nirvana, interpôs uma ação em tribunal, onde acusa a banda de exploração sexual infantil e pornografia infantil, devido à utilização da sua imagem na capa de “Nevermind”, em 1991.

Os membros dos Nirvana e os herdeiros de Kurt Cobain estão a ser acusados de violação de leis federais de pornografia infantil e de exploração sexual infantil. A acusação foi feita por Spencer Elden, o bebé que dá imagem à capa do icónico álbum de 1991.

Num processo que também envolve o fotógrafo Kirk Weddle e as editoras discográficas envolvidas na gravação do álbum, Spencer Elden alega que sofreu de “danos para toda a vida” pela utilização da sua imagem sem autorização, uma vez que tinha apenas quatro meses. Além disso, argumenta também que os seus tutores não “autorizaram o uso de qualquer imagem do Spencer ou da sua semelhança”, nem a comercialização da sua imagem para pornografia infantil.

De acordo com a “Pitchfork”, Elden também acusa a banda da distribuição de materiais privados sexualmente explícitos.

Spencer Elden pretende receber uma indemnização, uma ordem formal para proibir todas as partes de continuarem os “atos e práticas ilegais” descritos e um julgamento por um júri.

“A verdadeira identidade e o nome legal de Spencer estarão sempre ligados à exploração sexual comercial que ele experimentou como menor, que foi distribuída e vendida em todo o mundo desde que era bebé até ao dia de hoje”, lê-se no processo.

Kirk Weddle, fotógrafo responsável pela capa, era amigo do pai de Spencer Elden e foi através desta amizade que o jovem acabou por fazer parte da capa do álbum, reconhecida mundialmente por ter um bebé debaixo de água de 1991.

O jovem recriou a capa várias vezes ao longo dos anos, mas admitiu, numa entrevista à GQ Austrália em 2016, que ficou insatisfeito por fazer parte da obra de arte dos Nirvana.

Cultura

Eric Clapton diz que quem se vacinou contra a covid-19 foi alvo de “hipnose”

Publicado

em

Em entrevista ao canal de YouTube “The Real Music Observer”, Clapton afirmou ter tomado conhecimento de uma teoria de Mattias Desmet, professor de psicologia clínica da Universidade de Gent (Bélgica), denominada de “hipnose de massas”.

“Assim que comecei a procurar pelos sinais [de hipnose], comecei a vê-los em todo o lado”, afirmou. “Lembrei-me de ver coisas no YouTube que eram tipo publicidade subliminar”.

A teoria, que se popularizou após figurar no podcast do comediante e apresentador Joe Rogan, foi entretanto desvalorizada por vários académicos – como Stephen Reicher, professor de psicologia social da Universidade de St. Andrews (Reino Unido): “Não tem credibilidade académica”, disse.

Continuar a ler

Cultura

Está prestes a estrear mais um filme com George Clooney no papel de realizador

Publicado

em

“The Tender Bar” tem estreia marcada para o dia 7 de janeiro. A adaptação do livro autobiográfico com o mesmo nome feita por William Monahan é da realização de George Clooney.

A obra cinematográfica conta com atores como Tye Sheridan, Lily Rabe, Daniel Ranieri, Briana Middleton, Christopher Lloyd e Ben Affleck. A verdade é que, apesar deste último não ser o protagonista, a sua prestação tem dado que falar.

“Só podemos ser tão bons quanto o material, o realizador e os outros atores”, referiu Affleck a propósito da estreia do filme, acrescentando que ficou surpreendido com a forma como Clooney conduziu o filme.

“Ele criou esta atmosfera bonita, segura, acolhedora, onde sentimos que podíamos ser bem-sucedidos e arriscar. Uma das suas dádivas é a profunda compreensão dos atores e do que nos vai ajudar a ter sucesso. Ele ainda se vê como aquele homem que um dia apareceu em LA a dormir em sofás e a tentar vencer nesta indústria. Sinto que o meu desempenho beneficiou imenso da sua experiência, sabedoria, talento e generosidade “, afirmou. 

Continuar a ler

Cultura

Bryan Adams quer dirigir um filme

Publicado

em

O cantor de 62 anos, que vai atuar em Gondomar a 29 de Janeiro, e que também conquistou uma carreira de sucesso como fotógrafo, acha que suas habilidades também seriam transferíveis para o cinema.

“Eu estaria interessado [em fazer um filme]. Posso me ver facilmente como um cinegrafista, talvez até um diretor. Lembro-me de trabalhar com Laszlo Kovacs, que fez ‘Easy Rider’, num dos meus primeiros vídeos. Ele tinha um copo à volta do pescoço e olhava constantemente para as formações de nuvens à espera da luz certa. Gênio puro!”, afirmou o cantor.
Bryan Adams acredita que os desenvolvimentos tecnológicos mudaram completamente o panorama da fotografia. Em declarações à revista Ramp Style, recorda que “ agora com câmaras de smartphone que podem capturar cada momento, todos podem ser fotógrafos. O futuro será mais interativo e intenso, e haverá mais câmaras documentando tudo a toda a hora.”

Continuar a ler

TV

RÁDIO FAMA Q

FAMA – CANAL 2

PODCASTS FAMA RÁDIO

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências