Siga-nos nas redes sociais

Entretenimento

AXN: “The Commons: Última Esperança” é uma chamada de atenção para as alterações climáticas

Publicado

em

É já no próximo dia 6 de julho, terça-feira, pelas 22 horas, que chega a nova série do AXN.

Em exclusivo no canal, “The Commons: Última Esperança” retrata um futuro não muito longínquo, a cidade de Sidney, na Austrália, que se encontra devastada com uma crise climática. Este é o ponto central da história vivida pela protagonista, Eadie (Joanne Froggatt), que, apesar das circunstâncias extremas em que o mundo se encontra, quer a todo custo ser mãe.
Perante a catástrofe global, vários subplanos abordam outros temas que estão interligados e nos são próximos nos dias de hoje: refugiados, falta de água, doenças que se propagam devido ao clima quente, a cibersegurança – no fundo, experienciamos uma distopia ambiental e tecnológica, onde a maternidade é o derradeiro ato de fé na humanidade.
Eadie é uma neuropsicóloga que recorre a tecnologias que permitem aos pacientes visualizar os momentos das suas vidas que estão a criar bloqueios; o marido, Lloyd (David Lyons), é um “rato de laboratório” que procura a cura para as doenças que têm surgido; já o irmão de Eadie, Dom, é uma das pessoas privilegiadas que se mudou para a zona restrita da cidade onde as condições de vida são bem diferentes das do resto da população.
Não há como negar as alterações climáticas e as desigualdades que estas criam em “The Commons: Última Esperança”. A realidade e a ficção juntam-se nestes oito episódios, criados por Shelley Birse, numa abordagem emocionante a muitas das questões já debatidas nos últimos anos.

Entretenimento

Guns N’ Roses têm nova canção, Slash já mostrou um excerto

Publicado

em

Um vídeo publicado pelo guitarrista mostra os Roses a interpretar o tema durante um ensaio do concerto que deram em Chicago, a 17 de setembro. Porém, a canção ficou de fora do alinhamento do concerto.

Ainda sem nome oficial, a canção deverá chamar-se ‘Hard School’, e foi gravada durante as sessões de “Chinese Democracy”, álbum de 2008.

Num tweet entretanto apagado, uma fã contou que Axl Rose lhe confidenciou que a canção deverá ser editada em breve.

@slash

Wrigley Field soundcheck Chicago 8.16.21 video by @meeganhodges iiii]; )’

♬ original sound – Slash
Continuar a Ler

Entretenimento

Adele faz primeiro post em mais de dois meses e surpreende fãs

Publicado

em

Adele voltou a surpreender os fãs, fazendo uma publicação nas redes sociais pela primeira vez em dois meses.

Para além de duas fotografias suas, com um vestido da Schiaparelli, Adele publicou uma outra ao lado do seu novo namorado, o agente desportivo Paul Rich.

O casal já tinha sido visto em público em julho. À altura, fonte próxima de ambos afirmou que a relação “ainda não era muito séria”.

Continuar a Ler

Cultura

Bebé da capa de disco dos Nirvana processa a banda por pornografia infantil

Publicado

em

Spencer Elden, fotografado em bebé para a capa de um álbum dos Nirvana, interpôs uma ação em tribunal, onde acusa a banda de exploração sexual infantil e pornografia infantil, devido à utilização da sua imagem na capa de “Nevermind”, em 1991.

Os membros dos Nirvana e os herdeiros de Kurt Cobain estão a ser acusados de violação de leis federais de pornografia infantil e de exploração sexual infantil. A acusação foi feita por Spencer Elden, o bebé que dá imagem à capa do icónico álbum de 1991.

Num processo que também envolve o fotógrafo Kirk Weddle e as editoras discográficas envolvidas na gravação do álbum, Spencer Elden alega que sofreu de “danos para toda a vida” pela utilização da sua imagem sem autorização, uma vez que tinha apenas quatro meses. Além disso, argumenta também que os seus tutores não “autorizaram o uso de qualquer imagem do Spencer ou da sua semelhança”, nem a comercialização da sua imagem para pornografia infantil.

De acordo com a “Pitchfork”, Elden também acusa a banda da distribuição de materiais privados sexualmente explícitos.

Spencer Elden pretende receber uma indemnização, uma ordem formal para proibir todas as partes de continuarem os “atos e práticas ilegais” descritos e um julgamento por um júri.

“A verdadeira identidade e o nome legal de Spencer estarão sempre ligados à exploração sexual comercial que ele experimentou como menor, que foi distribuída e vendida em todo o mundo desde que era bebé até ao dia de hoje”, lê-se no processo.

Kirk Weddle, fotógrafo responsável pela capa, era amigo do pai de Spencer Elden e foi através desta amizade que o jovem acabou por fazer parte da capa do álbum, reconhecida mundialmente por ter um bebé debaixo de água de 1991.

O jovem recriou a capa várias vezes ao longo dos anos, mas admitiu, numa entrevista à GQ Austrália em 2016, que ficou insatisfeito por fazer parte da obra de arte dos Nirvana.

Continuar a Ler

TV

RÁDIO FAMA Q

PODCASTS FAMA RÁDIO

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências