Siga-nos nas redes sociais

Cultura

“Nomadland – Sobreviver na América” arrecada óscar de Melhor Filme

Publicado

em

 “Nomadland – Sobreviver na América” conseguiu hoje o Óscar de Melhor Filme, na 93.ª edição dos prémios da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, dos Estados Unidos.

Dirigido por Chloé Zhao, teve como produtores Frances McDormand, Peter Spears, Mollye Asher, Dan Janvey e a própria Chloé Zhao.

Para o Óscar de Melhor Filme estavam nomeados “Mank”, “Nomadland – Sobreviver na América”, “Uma miúda com potencial”, “O Pai”, “Judas and the Black Messiah”, “Minari”, “Sound of Metal” e “Os 7 de Chicago”.

Nas contas para esta edição, o filme “Mank”, de David Fincher, somou dez nomeações, enquanto “Nomadland – Sobreviver na América”, de Chloé Zhao, foi indicado para sete estatuetas, entre as quais a de Melhor Realização, conquistado pela cineasta.

“Mank”, até gora, soma dois Óscares: Melhor Cenografia e Melhor Direção de Arte.

“Nomadland – Sobreviver na América”, protagonizado por Frances McDdormand, conta a história de uma mulher que viaja pela América como nómada, vivendo numa caravana, trabalhando em empregos temporários e sobrevivendo na estrada, na sequência de uma crise económica.

Embora o filme seja uma ficção, assenta em testemunhos reais de norte-americanos que vivem na estrada, sempre em trânsito, numa comunidade nómada mais envelhecida e nas margens da sociedade.

Chloé Zhao, sino-americana, foi a primeira mulher asiática nomeada para os Óscares e a segunda mulher a conquistá-lo, depois de Kathryn Bigelow, em 2020, por “Estado de Guerra”.

A cerimónia da 93.ª edição dos Óscares, adiada de fevereiro para abril, por causa da pandemia, decorre no tradicional Dolby Theatre, com audiência, e no edifício da estação de comboios Union Station, em Los Angeles.

Realiza-se na noite de domingo, na Califórnia, madrugada de segunda-feira, em Portugal.

Cultura

Faleceu o ator Cândido Ferreira

Publicado

em

Por

Faleceu vítima de cancro o ator português Cândido Ferreira, avançou esta quarta-feira a TSF. A informação foi confirmada pelo filho do ator, o realizador Ivo Ferreira.

Durante a sua vasta carreira passou pelo teatro, televisão e cinema português.

o seu percurso iniciou-se no Teatro Operário de Paris, com Hélder Costa, em 1971. Anos mais tarde, em Portugal, tornou-se num dos membros do grupo ‘O Brando’, onde trabalhou 12 anos. 

Na televisão, participou em projetos de sucesso como em ‘Conta-me Como Foi’, em 2010, ou ‘Belmonte’, em 2014, e no cinema, como em ‘Herdade’, de 2019, ou em ‘Cartas da Guerra’ – um filme do filho Ivo Ferreira, de 2016. 

Continuar a Ler

Cultura

Portugal vai receber concerto teste-piloto com 1 000 pessoas

Publicado

em

Por

Decorrerá na cidade de Coimbra o terceiro concerto teste-piloto em Portugal. O evento está agendado já para o próximo dia 8 de maio com uma plateia em pé de 1000 pessoas que terão de apresentar um teste antigénio negativo.

Entre os artistas convidados estão  Anaquim, The Twist Connection, Birds are Indie e Portuguese Pedro.

O concerto tem hora marcada para as 20h30, na Praça da Canção. As pessoas estarão divididas em “grupos de 250, em que o uso da máscara e a apresentação do teste rápido antigénio negativo feito no dia do espetáculo é obrigatório”, afirma a Câmara Municipal de Coimbra em comunicado.

Os bilhetes têm um custo de dois euros e o preço contempla o do teste antigénio à presença do SARS-CoV-2. Caso o teste dê positivo, o valor do bilhete será reembolsado.

Continuar a Ler

Cultura

Depois de vários meses parados, cinemas recebem 49 mil pessoas

Publicado

em

Por

Desde a reabertura da salas de cinema por todo o país, no passado dia 19 de abril, foram cerca de 49 mil as pessoas que os visitaram.

Até esta quarta-feira, dia 28 de abril, contabilizam-se 273 mil euros de receita de bilheteira e o filme mais visto foi “Nomadland – Sobreviver na América”, de Chloé Zhao, com 18.986 espectadores em dez dias. O segundo lugar é ocupado por “Mortal Kombat”, de Simon McQuoid, com 11.917 espectadores.

As informações avançadas pelo Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) revelam ainda que nem todas as salas do país voltaram a abrir portas depois deste segundo confinamento.

Relativamente às regras impostas pela pandemia de Covid-19, mantém-se a obrigatoriedade de uso de máscara, de distanciamento, de higienização dos espaços e de definição de circuitos de circulação.

Continuar a Ler

PODCASTS FAMA RÁDIO

TV

Jornal

Artigos recentes

ARQUIVO

Redes

Tendências